CMVM fez buscas em agências do Novo Banco

Citamos

Observador

Segundo o Jornal de Negócios, pelo menos três agências terão sido alvo de buscas, com a CMVM à procura de documentação relacionada com a venda irregular de papel comercial a clientes do antigo BES.

A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) terá feito buscas em três agências do Novo Banco, à procura de documentação relacionada com a venda de papel comercial, na sequência de várias queixas que recebeu de clientes que compraram este tipo de dívida, notícia esta segunda-feira o Jornal de Negócios.

O regulador tem recebido queixas, algumas delas têm sido públicas de irregularidades, como a prestação de informação falsa aos clientes que compraram papel comercial do BES. Outra das irregularidades terá sido a venda de papel comercial de sociedades do Grupo Espírito Santo, como a Rioforte, aos balcões do BES, já depois de o Banco de Portugal ter interdito esta prática.

Esta foi, aliás, uma das grandes questões nas segundas audições de Carlos Costa, governador do Banco de Portugal, e de Carlos Tavares, presidente da CMVM, na semana passada, a última de audições na comissão parlamentar de inquérito ao caso BES.

O governador admitiu que os clientes que tenham sido vítimas de irregularidades possam vir a ter direito a indeminizações, que têm de ser reclamadas ao BES, ou seja, teriam de reclamar parte da massa falida do banco, mas diz que estes têm de apresentar as suas queixas ao CMVM.

Comments are closed.