Filho de Ricardo Salgado demite-se do Novo Banco

20150105

Filho de Ricardo Salgado, actualmente diretor do sector Empresas do Novo Banco, que por imposição do BdP, gere o contestado património material, imaterial, bens serviços e pessoas “confiscados” aos depositantes, acionistas, trabalhadores e escrita mercantil do “velho” BES

Ricardo Bastos Salgado, filho do banqueiro que liderou o Banco Espírito Santo nos últimos 22 anos, demitiu-se dos quadros do Novo Banco, sabe o Negócios. O economista de 42 anos trabalhou no banco fundado pela família desde 1998, transitando para a instituição que herdou os activos saudáveis do BES, onde continuou responsável pela área de empresas.

Ricardo Bastos Salgado, filho de Ricardo Salgado, o banqueiro que liderou o Banco Espírito Santo durante os últimos 22 anos, demitiu-se do Novo Banco, instituição que ficou com os activos saudáveis e com o quadro de pessoal do BES, confirmou o Negócios junto de fontes financeiras.

O economista de 42 anos integrou o BES em 1998, depois de ter passado pela Merrill Lynch, em Londres, onde foi analista durante cerca de um ano. No banco fundado pela família, Ricardo Bastos Salgado começou por trabalhar na área de “trading”, tendo depois passado para a área de empresas, onde chegou a director e pela qual continuava a ser um dos responsáveis

O economista Ricardo Bastos Salgado, de 42 anos, entrou no BES em 1998. Ricardo Bastos Salgado demitiu-se dos quadros do Novo Banco, noticia o “Jornal de Negócios”. Era responsável pela área de empresas. 

Filho do ex-presidente executivo do BES Ricardo Salgado, trabalhava desde 1998 no banco fundado pela família e que, em agosto do ano passado, o banco de Portugal dividiu avançar com a medida de resolução, dividindo-o em banco mau (onde ficaram os ativos e passivos tóxicos do BES) e banco bom, que deu origem à nomeação do Novo Banco.

Antes de integrar o BES, o economista de 42 anos desempenhou funções de analista na Merrill Lynch, em Londres.

(Fim de citação)

 

 

Tags: , , , , ,

Comments are closed.