Investidores perdem processos contra bancos

Citamos

Diário de Notícias da Madeira

Três casos contra BCP e BES foram decididos na Comarca da Madeira

Três casos judiciais diferentes mas com o mesmo resultado negativo. Uma empresa e dois casais madeirenses que perderam várias centenas de milhares de euros em investimentos em produtos bancários não conseguiram uma decisão favorável à reversão de tais negócios e a obrigar os bancos a devolver as verbas.

Na análise aos três processos a Instância Central Cível da Comarca da Madeira seguiu a mesma linha de decisão de todos os outros tribunais do país, que têm dado razão aos bancos. Num dos casos, a empresa proprietária de um posto de combustíveis no concelho da Ribeira Brava investiu 800 mil euros em papel comercial da Rio Forte, do grupo Espírito Santo. A sociedade queria que o BES/Novo Banco devolvesse a quantia, mas o pedido foi julgado improcedente a 28 de Fevereiro passado.

Noutra acção cível, um casal madeirense reclamava a devolução de 259 mil euros aplicados em acções preferenciais EG Premium do BES. Também foi improcedente, tal como o processo relacionado com um milhão de euros aplicados por outro casal (cliente do BCP) em acções do Bank of Ireland, que faliu. M. F. L.

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.