Nuno Amado: “O ideal” para NB era ser comprado por banco em Portugal

Citamos

Negócios com som

“Neste momento”, o BCP não pode ir à corrida do Novo Banco. Mas acredita que o melhor seria uma instituição financeira presente em Portugal oferecer o melhor preço.

Para o presidente do Banco Comercial Português, a melhor solução para o Novo Banco era ser comprado por uma instituição financeira já presente em Portugal.

“O ideal seria o melhor preço dado por um banco que possa consolidar”, declarou Nuno Amado na conferência de imprensa de apresentação de resultados de 2015, período em que o banco registou um lucro de 235,3 milhões de euros.

Questionado sobre a venda do Novo Banco, Nuno Amado defendeu que se for um banco já no território nacional a oferecer o melhor preço “seria um dois-em-um”. E se o “ideal” é um banco em Portugal ganhar a corrida, é “fundamental” que a alienação seja ao melhor preço.

O processo de alienação do Novo Banco voltou ao terreno em Janeiro de 2016, depois de falhado o primeiro concurso internacional.

“Neste momento, não está nos nossos planos” concorrer à compra do banco, disse Nuno Amado. Uma restrição temporal que existe dado que o banco ainda não devolveu toda a ajuda estatal recebida em 2012.

Comments are closed.