Venda do BESI já tem aval do Brasil, conclusão da operação prevista para Setembro

Citamos

Negócios

No final de Junho, faltava apenas a autorização do Banco Central do Brasil para que estivessem reunidas as condições para a venda do BESI. Veio em Agosto. Tratados os últimos procedimentos, a alienação deverá ficar concluída em Setembro.

O Novo Banco prevê concluir a venda do BESI em Setembro. Neste momento, estão a ser finalizadas documentações, já que as autorizações de reguladores e supervisores já foram todas concedidas.

Já se sabia que, no final do primeiro semestre de 2015, faltava apenas a posição do Banco Central do Brasil para que se efectivasse a venda do BESI à Haitong, um negócio avaliado em 379 milhões de euros. Essa aprovação veio no oitavo mês deste ano, segundo indica o comunicado de contas semestrais do Novo Banco, ainda o único accionista do BESI.

“No final do primeiro semestre de 2015, a transacção encontrava-se aprovada por todas as autoridades envolvidas nomeadamente, Comissão Europeia, Autoridades da Concorrência e um conjunto de outras autoridades que exercem supervisão sobre as unidades internacionais do BESI, assim como, as autoridades de supervisão das entidades vendedora e compradora, com excepção do Banco Central do Brasil, cuja aprovação foi comunicada em 13 de Agosto último”, assinala o documento publicado no site da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Com este novo passo dado pelo Brasil, a venda do banco de investimento sob o comando de José Maria Ricciardi (na foto) deverá concretizar-se no mês que se inicia esta terça-feira. “Verificando-se todas as condições a que o contrato se encontra sujeito, as partes encontram-se a trabalhar na finalização da documentação e prática de todos os actos e formalidades necessários para que a transmissão das acções ocorra durante o mês de Setembro”, indica o documento.

A venda deverá ficar, assim, concluída nove meses depois da celebração do contrato que previa a passagem do BESI para a sociedade com sede em Hong Kong, a Haitong.

Nos primeiros seis meses do ano, o BESI obteve um lucro de 292 mil euros, 88% abaixo dos 2,5 milhões alcançados no mesmo período de 2014.

Não é indicado qual o impacto no capital que a venda do banco de investimento terá no Novo Banco.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Comments are closed.